Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia

Transformação digital: saiba como implementar a indústria 4.0

Remodelação de processos, conectividade, personalização da experiência de compra, inovação e flexibilidade para atender as demandas do cliente — independentemente de onde esteja e do que deseja. Basicamente, é disso que trata a transformação digital nos negócios.

O impacto dessa “nova onda” é evidenciado pelas suas tecnologias adjacentes, como o Business Analytcs (BA), Business Intelligence (BI), Inteligência Artificial (IA), Machine Learning (ML) e Internet das Coisas (IoT). Isso sem contar o Big Data e a Computação em Nuvem, já que são as duas abordagens mais disruptivas em relação a ela.

Entretanto, o ponto mais marcante dessa transição do mundo físico para o digital foram as suas boas-vindas para a 4ª revolução industrial, também conhecida como indústria 4.0. Sim, entramos em uma nova era industrial! Muito mais enérgica, dinâmica e efetiva do que qualquer outro modelo de produção que já existiu.

Quer entender melhor esse assunto? Neste artigo, mostraremos o que é essa indústria 4.0 e como implementá-la na sua organização. Continue a leitura e confira!

O que é a indústria 4.0?

Entende-se como indústria 4.0 a revolução que engloba as principais inovações tecnológicas, que proporcionaram uma transformação digital, no que diz respeito à produção fabril. Para ilustrar isso, tomemos o exemplo da Internet das Coisas e dos Sistemas Cyber-Físicos — já sendo empregados para automatizar procedimentos industriais, tornando-os mais customizáveis e aumentando a eficiência operacional da empresa.

Sob uma visão mais simplista, a indústria 4.0 pode ser resumida ao contexto das fábricas inteligentes, que consiste em uma conexão de altíssimo nível entre as máquinas e equipamentos e os colaboradores envolvidos com a produção.

O impacto dessa conectividade é positivamente considerável nos mais distintos setores da indústria. Seus benefícios incluem:

  • menor incidência de erros ou quebras (graças a sensores capazes de antecipar os problemas e/ou medir a qualidade dos operadores);
  • maior segurança do trabalho (menor número de funcionários do chão da fábrica em contato com maquinários tidos como perigosos de se operar);
  • melhora da produtividade por meio do aumento da flexibilidade operacional e do compartilhamento de dados;
  • maiores possibilidades de customização dos produtos.

Em suma, a indústria 4.0 não é apenas um conceito, mas uma realidade que propõe máquinas e sensores por toda a fábrica. Assim, gera informações precisas e em tempo real acerca de todos os seus processos e ciclos produtivos — e isso contribui para tomadas de decisão realizadas de maneira mais ágil, prática e eficiente.

Como implementá-la?

Implementar a indústria 4.0 e trazer a transformação digital para dentro da companhia é uma tarefa um tanto ou quanto desafiadora. Um trabalho árduo e de superação, sobretudo na etapa inicial. A recomendação, então, é testar, testar e testar.

A transformação digital no desenvolvimento de estratégias.

A seguir, mostraremos o que pode ser feito nesse sentido, para garantir a transformação digital do seu negócio:

Criar projetos-pilotos

Uma ótima forma de começar esse processo é estabelecer projetos-pilotos para que sirvam como modelos experimentais. Isso é importante para que sejam utilizados como testes para as futuras implementações. Assim, você terá a oportunidade de aprimorar os resultados e compreender melhor o modo de digitalizar a sua cadeia de produção.

Vale, aqui, deixar claro que a transformação digital relativa à indústria 4.0 deve ser realizada de maneira gradual. Outra observação pertinente, nesse caso, é que os resultados obtidos servirão como parâmetro também para as suas estimativas de investimentos e expansão operacional.

Definir os recursos necessários

A partir das experiências conquistadas com a criação dos projetos-pilotos, mapeie a sua arquitetura organizacional procurando identificar quais são os recursos de que a sua fábrica necessita.

Para isso, lembre-se de ter como prioridade uma infraestrutura de TI ágil e de confiança, pois é esse o departamento que mais contribuirá para implantação da indústria 4.0. Hoje em dia, fazer melhorias sem uma TI de qualidade é, praticamente, impossível — ainda mais tratando-se da transformação digital.

Então, uma vez identificados os pontos frágeis, busque as inovações tecnológicas que prometem torná-los mais fortes e consistentes. Quanto a isso, estar por dentro das tendências do setor será de grande ajuda para descobrir novas soluções.

Desenvolver estratégias que atraiam profissionais qualificados

Para que a indústria 4.0 se torne uma realidade em sua fábrica, é essencial que os colaboradores tenham as capacidades e os conhecimentos necessários para a execução dessa mudança. Do contrário, por mais que você traga as tecnologias adequadas, dificilmente conseguirá aproveitá-las no seu máximo.

Por esse motivo, é importante que você invista no recrutamento e desenvolva estratégias que atraiam profissionais verdadeiramente habilitados. Também é interessante investir no treinamento e na capacitação do seu time atual, conduzindo a sua cultura organizacional em direção à digitalização.

Cabe salientar, ainda, que a 4ª revolução industrial está criando novos cargos e funções, como gestores de inovação digital, designers de interfaces e cientistas de dados, por exemplo. Isso também deve ser levado em consideração.

Apostar na Internet das Coisas

Embora haja uma série de diferentes tecnologias envolvidas hoje na implantação da indústria 4.0, a Internet das Coisas merece aqui um destaque especial.

O porquê disso? É simples: porque ela é que será a grande responsável por integrar, controlar e orquestrar toda a gama de dispositivos operantes no chão da sua fábrica!

É preciso ter em mente, por fim, que a implementação da indústria 4.0, em conjunto da transformação digital do negócio, pode trazer um enorme diferencial competitivo. Suas vantagens são muitas, incluindo:

  • o melhor monitoramento da segurança;
  • a redução dos erros e desperdícios;
  • a diminuição dos custos operacionais referentes à produção;
  • a obtenção de processos mais sustentáveis;
  • a conquista de informações estratégicas.

De fato, não há o que se discutir: é certo de que se direcionar a essa transformação digital promoverá uma ganho tecnológico e qualitativo para todo e qualquer tipo de organização. Portanto, diante de tudo o que vimos até aqui, fique atento e comece a coletar os dados de que precisa para inciar esse processo!

Enfim, gostou deste conteúdo? Então, aproveite a visita e não deixe de conferir também como um ERP pode ajuda o seu negócio a se tornar uma indústria 4.0 e se aproximar cada vez mais da transformação digital!


Fique por dentro das novidades. Assine a newsletter da Consistem.