Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia

Inteligência artificial nas empresas: como usá-la a favor do seu negócio?

A inteligência artificial (IA) nas empresas é um reflexo do avanço das tecnologias que permite que as máquinas realizem a simulação de uma inteligência parecida com a humana. Ela vai além da programação de determinadas ordens, pois visa à tomada de decisões com autonomia, a partir de padrões preestabelecidos em bancos de dados.

Em outras palavras, a IA possibilita que sistemas tomem decisões de maneira independente, precisa e totalmente apoiada em informações digitais. Em uma visão mais otimista, podemos dizer que ela multiplica a capacidade racional das pessoas para resolver problemas ou simular situações, potencializando a inteligência humana.

Isso significa que temos máquinas pensando como seres humanos. Elas aprendem, percebem e decidem quais os caminhos que efetivamente devem ser seguidos, de maneira racional, a partir de inúmeras situações. Nas empresas, a inteligência artificial é uma realidade cada vez mais presente e vem mudando processos e estratégias.

Neste texto, vamos explicar o papel da inteligência artificial nas empresas, esclarecendo como usá-la a favor do negócio. Daremos dicas essenciais, como a questão do ganho em eficiência com a automação de processos operacionais e a possibilidade de conhecer melhor os clientes. Confira os detalhes!

A inteligência artificial nas empresas

A inteligência artificial é uma questão cada vez mais presente nas empresas. Ao contrário daquilo que costumamos assistir nos filmes de ficção científica, a IA tem a missão de facilitar as mais diversas operações, otimizando processos e contribuindo para a tomada das decisões, a fim de ajudar no crescimento da organização.

Em um momento no qual vivemos uma ruptura de processos analógicos, é cada vez mais importante que as empresas realizem investimentos em IA, de forma que suas atividades sejam impulsionadas. Nesse contexto, avanços em questões como algoritmos e cloud computing, por exemplo, asseguram uma grande revolução nos mais diversos setores organizacionais, como segurança, logística e atendimento.

Aplicar a inteligência artificial no dia a dia dos negócios tem possibilitado que os preços dos sistemas sejam reduzidos, visto que a concorrência nesse setor é cada vez mais acirrada. Uma vez que as soluções de tecnologia estão ainda mais acessíveis para as empresas, as marcas podem aproveitá-las para aprimorar seus processos e se projetar para conquistar objetivos e bater metas mais rapidamente.

Para dar um exemplo bem prático, é muito provável que você tenha uma assistente —como a Siri, da Apple, ou o Google Assistente — no smartphone, com a qual pode conversar, fazer pesquisa, iniciar chamadas e muito mais, não é verdade? Essa assistente nada mais é do que um sistema criado para simular particularidades e habilidades dos seres humanos.

Esses assistentes podem ser ótimos para marcar compromissos e reuniões, mas também podem ser cruciais para informar dados de pesquisa. No Brasil, inclusive, diversas empresas utilizam esses softwares para ter acesso aos mais diversos dados sobre os seus negócios.

É possível, por exemplo, conhecer mais sobre os atuais e futuros clientes, entender quais produtos ou serviços são mais populares e como está o nível de vendas em relação à concorrência. Nesse sentido, as empresas fazem investimentos cada vez maiores em IA, de forma a conquistar mais agilidade e qualidade em suas rotinas.

Como a IA pode beneficiar as empresas

A essa altura, você já deve ter uma boa ideia de como a IA pode ajudar as empresas, certo? Apesar disso, existem muitas dúvidas sobre a questão e estamos aqui para resolvê-las. Ao contrário do que muita gente pensa, a inteligência artificial não está restrita somente às grandes empresas, como Google e Apple.

Empresas com culturas inovadoras, independentemente da sua capacidade de recursos, investem em IA de forma contínua e conquistam resultados cada vez melhores em todos os seus processos. Para as empresas mais tradicionais, existem muitos tabus em relação à aplicação da IA. Por isso, o melhor caminho a ser trilhado é adquirir conhecimento a respeito do assunto.

Uma das principais razões para a inteligência artificial ser implantada nas empresas é a redução dos custos operacionais, além da oferta de vantagens em eficiência e do aprimoramento da experiência com os consumidores. Entre os inúmeros benefícios da IA nas organizações, podemos destacar:

  • mais produtividade;
  • menor incidência de erros;
  • acesso a dados e informações relevantes de forma eficaz;
  • execução de tarefas consideradas repetitivas ou perigosas.

Segundo um estudo da BCC Research, esse mercado de máquinas inteligentes, que inclui sistemas, softwares, robôs, neurocomputadores e assistentes digitais, chegou a US$ 5,3 bilhões em 2013 e, em 2019, deve alcançar US$ 15,2 bilhões, o que representa um crescimento de cerca de 20% ao ano.

De acordo com as pesquisas, as máquinas são definidas por conta de sua competência para aprender e se adaptar conforme as mudanças que vão acontecendo em tempo real, pela capacidade de se comunicarem com outras máquinas e também pelo fato de operarem sem a necessidade de serem supervisionadas pelas pessoas.

O futuro da inteligência artificial

Um fato indiscutível é que a inteligência artificial faz parte das nossas vidas e não é possível ignorá-la. Ainda que muitos a enxerguem como uma ameaça — em relação, principalmente, a substituir seres humanos em seus postos de trabalho —, é por meio da IA que muito provavelmente vamos alcançar a comodidade e a praticidade que sempre buscamos (e as empresas têm um papel essencial nessa questão).

Apesar de os últimos 100 anos terem apresentado transformações tecnológicas radicais e impressionantes, os próximos anos prometem um salto muito mais surpreendente. Naturalmente, é impossível prever o futuro e falar sobre aquilo que está por vir. No entanto, a maior parte dos especialistas já observa que as máquinas realizam determinadas tarefas com muito mais facilidade em relação aos seres humanos.

Nesse contexto, esse tipo de percepção aponta que a IA será indispensável para qualquer empresa e para todas as pessoas.

Vantagens de aplicar a inteligência artificial nas empresas

Melhor experiência com os clientes

Com os mais diversos meios digitais — principalmente as redes sociais — totalmente integrados à vida das pessoas, o posicionamento das marcas em relação à concorrência sofre uma direta influência da opinião dos usuários. Assim, é essencial investir na qualidade do atendimento e proporcionar a melhor experiência possível.

As novas tecnologias da área de computação cognitiva, por exemplo, contam com a capacidade de entender a linguagem dos seres humanos e fornecer respostas apropriadas. As máquinas são tão avançadas a ponto de entenderem quando um cliente está sendo irônico ou demonstra irritação no tom de voz.

Nesse sentido, a IA permite que os atendimentos sejam feitos de forma automática, o que reduz o tempo de espera e permite que os problemas sejam resolvidos de forma precisa e rápida. Ao mesmo tempo, as máquinas processam todos os dados e informações das interações com os clientes, a fim de criar experiências transparentes e personalizadas, de acordo com as necessidades e expectativas dos usuários.

Maior produtividade

Uma das principais funções da inteligência artificial é a automação das tarefas operacionais. Com isso, os processos — muitas vezes lentos e burocráticos — passam a ser finalizados em um tempo recorde. Isso vale para relatórios, cálculos, planilhas e diversos outros serviços. A consequência desse trabalho é que todos os setores se tornam mais produtivos e eficientes, o que gera melhores resultados.

Para dar um exemplo, podemos destacar os chats. Com essa ferramenta de atendimento ao consumidor, as dúvidas dos clientes são resolvidas por meio de um chat online, nas redes sociais ou no site da empresa. No caso, quem responde às questões é um algoritmo e não um ser humano.

Esse tipo de ação faz com que a resolução de problemas na empresa se transforme em algo mais simples, o que escala o atendimento. Caso a dúvida do cliente seja uma questão mais complexa, a ponto de o robô não conseguir resolvê-la, a pessoa é direcionada para um humano, que poderá realizar os devidos esclarecimentos.

Otimização do Big Data

O termo Big Data é relacionado à grande massa de informações que existe na web. Dessa forma, trata-se do ato de coletar, organizar e analisar um vasto volume de dados. Essa prática ganhou muita força nos últimos anos, junto com o avanço da tecnologia e de mídias como as redes sociais.

Além disso, com a transformação digital, a quantidade de dados cresceu de forma exponencial e, assim, as empresas passaram a ter o privilégio de utilizar essas informações de forma estratégica, a fim de otimizar seus processos.

Naturalmente, não se trata de algo simples. Apesar de coletar dados e informações ser algo relativamente fácil, a questão é o que fazer com eles. Com a IA, os profissionais de Big Data passaram a contar com uma grande aliada. Afinal de contas, a tecnologia tem a capacidade de identificar determinados padrões e cruzar dados e informações rapidamente, o que facilita na hora de tomar as decisões.

Melhor tomada de decisões

Falando em decisões, a otimização do Big Data possibilitou mais um grande impacto da IA nas empresas: uma melhor tomada de decisões no dia a dia da organização. Uma vez que as informações mais relevantes sobre os clientes são evidenciadas, fica muito mais simples e prático criar soluções estratégicas, baseadas em dados concretos.

Nesse sentido, a expectativa é que os sistemas possibilitem, cada vez mais, alternativas e insights interessantes para que as marcas possam aperfeiçoar seus produtos e serviços, a fim de que eles estejam totalmente alinhados às necessidades, motivações e desejos dos consumidores.

Dessa maneira, as organizações se tornarão totalmente capazes de se antecipar aos problemas dos usuários e poderão se manifestar antes mesmo que as questões apareçam. Esse tipo de ação, consequentemente, faz com que os clientes sejam fidelizados e que as empresas conquistem advogados da marca.

Segurança da informação

A área de Tecnologia da Informação (TI) é uma das que mais tiram vantagem da inteligência artificial aplicada em seus processos. Os algoritmos inteligentes e a aprendizagem automática que estão presentes nesses recursos fazem uma grande diferença nos momentos de detectar ataques virtuais de várias origens e tipos.

Dessa forma, a segurança da informação de uma empresa conquista muito mais agilidade e precisão, uma vez que os sistemas de defesa contam com a capacidade de tomar decisões mais seguras e automáticas, sempre com base na vasta quantidade de informações e dados.

Em situações de invasão, por exemplo, só é necessário que os profissionais de TI confiem na IA e em suas recomendações para a solução dos problemas.

Maior competitividade

A inteligência artificial, sem nenhuma dúvida, também será um grande diferencial competitivo no universo dos negócios. Da mesma forma que aconteceu com outras tecnologias no passado, quem deixar de investir em IA estará seriamente fadado a estagnar e até a fracassar no mercado, o que representa perder relevância e deixar de oferecer produtos e serviços de qualidade e excelência.

Nesse sentido, ao buscar a modernização da marca, isso quer dizer ir muito além da sobrevivência no mercado. Afinal, vai ao encontro de tornar-se competitivo no mais alto nível. Com o decorrer dos meses e anos, apenas as empresas que contarem com os recursos de inteligência artificial conseguirão trabalhar com eficiência e identificar novas e melhores oportunidades de negócios.

O que achou dessas ideias sobre a inteligência artificial nas empresas? Como vimos ao longo do texto, essa tecnologia será cada vez mais essencial para que as organizações sejam competitivas e garantam seu sucesso no mercado. Se você ainda não se atentou a essa realidade, aproveite para dar os primeiros passos e mantenha a sua empresa relevante no presente e, principalmente, no futuro.

Não meça esforços para de fato entender como as novas ferramentas poderão ser aplicadas no seu negócio, de forma que você possa otimizar processos e aperfeiçoar todas as suas operações. Consequentemente, poderá oferecer atendimentos mais personalizados e proporcionar experiências únicas e especiais para os seus consumidores.

Esperamos que este artigo sobre inteligência artificial nas empresas traga muitas ideias e inspirações para você aplicar à realidade do seu negócio. Se você gostou do post, aproveite para baixar agora nosso e-book “Guia do Gestor de TI: tudo que você precisa saber sobre ERP”.