Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia

Controle de produção para moda: como o PCP ajuda você!

Por mais aguçadas que sejam as suas habilidades de líder, sem um bom planejamento e controle de produção, fica difícil manter um crescimento sustentável, esteja você no ramo têxtil, calçadista ou no mundo dos acessórios!

Ou seja, nascer com o “instinto da liderança” não é o suficiente para garantir bons resultados financeiros — como muita gente ainda pensa.

Graças à garantia de que seus recursos produtivos estejam disponíveis no momento, na qualidade e na quantidade adequados, você assegura uma boa experiência aos seus clientes, o que é um ingrediente essencial para quem deseja se sobressair no mercado.

Para isso, muitas empresas têm lançado mão do PCP, um moderno sistema de gerenciamento, que ajuda a realizar o controle de produção para moda.

Quer entender como ele funciona? Acompanhe o texto a seguir:

O que é PCP?

A sigla PCP refere-se a Planejamento e Controle de Produção. Trata-se de um sistema de gerenciamento que possibilita o controle, prevenção e racionalização do uso de insumos, equipamentos e mão de obra.

Na indústria da moda, um sistema como o PCP é essencial, pois ampara as estratégias de gestão empresarial de recursos (ERP) nas previsões de vendas. Com esses dados em mãos, a sua empresa pode traçar um planejamento efetivo para preparar o setor de compras e fornecer as mercadorias de acordo com as demandas do mercado.

Esse sistema também auxilia a inserção de sua empresa em um ciclo de economia sustentável. Segundo o relatório “A new textiles economy: redesigning fashion’s future”, da Ellen MacArthur Foundation e da estilista Stella McCartney, estima-se que a indústria da moda desperdiça um caminhão de lixo têxtil por segundo. O uso eficaz de recursos é uma das medidas sugeridas pela fundação para diminuir o impacto do setor no meio ambiente.

Além da racionalização de recursos, o planejamento dentro do sistema de PCP leva em conta:

● o layout da planta da fábrica, de modo que você tenha um bom aproveitamento de fluxo de insumos;

● a mão de obra mecânica e humana;

● e as etapas que compõem o processo de manufatura dos seus produtos.

Dessa forma, o Planejamento e Controle de Produção age como o sistema nervoso de uma indústria, melhorando a produtividade. Ele organiza os suprimentos, o uso de máquinas e os recursos humanos, garantindo que a produção atenda à qualidade, quantidade e prazo estipulados no planejamento da empresa.

Como implantar o PCP para controle de produção para moda?

Basicamente, há 3 tipos de PCP:

PCP por fluxo: aplicado para produção contínua;

PCP para projetos especiais: usado em produções de produtos fora de linha;

PCP por ordem: utilizado para produção intermitente.

A implantação de cada um desses varia de acordo com o seu tipo de produção. Nesse sistema, as responsabilidades dos membros da equipe são claramente definidas, o que demanda o estabelecimento de políticas internas e procedimentos formais, garantindo mais agilidade nas etapas de produção.

Em geral, a implantação do PCP passa por 6 etapas:

1. Previsão de demanda: trata-se de uma projeção para que os gestores analisem a produção e os materiais necessários;

2. Planejamento da capacidade produtiva: analisando os dados, o gestor verifica a necessidade de redimensionamento;

3. Planejamento Agregado da Produção (PAP): aqui, o gestor deve traçar uma estratégia a partir da definição do volume de produção. Esse documento é anual, mas deve ser atualizado mensalmente;

4. Programação Mestre da Produção (PMP): esse documento, mais detalhado que o PAP, considera a previsão de demanda, as compras e pedidos realizados, bem como as solicitações de produção. Verifica os planos de produção em um prazo curto de tempo a partir da análise de recursos;

5. Programação Detalhada da Produção (PDP): esse documento abrange a emissão e liberação de ordens, a gestão de materiais e o sequenciamento das ordens da produção. Algumas pessoas viabilizam essa etapa com o kanban;

6. Controle da produção: etapa de acompanhamento do plano.

Um dos agentes mais importantes nesse processo, contudo, é a previsão de vendas. Essa ferramenta fornece apoio para prever a demanda de cada produto, de modo que os gestores possam organizar a produção de acordo com as necessidades do cliente.

Uma das maneiras mais aplicadas para essa previsão é a média móvel, recomendada apenas para indústrias que não sofrem com a sazonalidade. Uma fábrica de sorvetes que tente prever as vendas de seus produtos no verão com base em seus resultados durante o outono e inverno, provavelmente, não terá estoque suficiente para o seu público.

Empresária fazendo o controle de produção para moda

Quais são os benefícios do controle de produção para a indústria da moda?

A previsão da demanda integra a cadeia de suprimentos na indústria da moda, melhorando seus processos operacionais e mantendo a sua empresa mais competitiva no mercado. Entenda como!

Suporte para a tomada de decisões

O PCP permite o controle de todo o fluxo do processo produtivo da empresa. Isso significa que os dados de sua produção estarão sempre à mão, possibilitando a identificação de falhas e potencialidades em tempo hábil.

Essas informações são essenciais para que a gerência e a direção da empresa tomem decisões mais assertivas, baseadas em fatos. Lembre-se de que, na Era da Informação, não há espaço para “achismos”!

Alinhamento de cronograma

Graças ao PCP, você assegura as ordens de pedidos, verificando atrasos e colocando as demandas em dia. Para isso, verifique a data de entrega e visualize a etapa produtiva em que cada demanda está.

Avaliação de recursos ociosos

Itens parados no estoque são desvalorizados e geram custos. Aqui está mais uma vantagem do PCP, que permite a avaliação de itens ociosos, assim como a revisão do plano de compras para que eles não fiquem sem giro.

Redução de custos

O PCP dirige e controla o suprimento de material, bem como as atividades de processamento de uma indústria. Dessa forma, os produtos passam a ser produzidos por métodos já estabelecidos para um programa de vendas aprovado. Os capitais disponíveis, os recursos humanos e as facilidades industriais são otimizados.

Investindo em ferramentas para entender quais são os produtos mais vendidos, as matérias-primas mais utilizadas e suprir os seus estoques de acordo com as demandas do público, você caminha para a redução de custos. E com maior controle, você diminui o retrabalho, as perdas e o desperdício, crescendo de forma mais sustentável.

Identificação de gargalos em tempo hábil

Um problema de produção não diagnosticado pode virar uma verdadeira “bola de neve”. Ao implantar o PCP, você consegue identificar as potencialidades de sua empresa e os pontos que requerem atenção. Tomar medidas preventivas e paliativas efetivas fica muito mais simples quando você sabe exatamente onde agir.

Mesmo que nenhum modelo de previsão seja infalível, arcar com custos desnecessários decorrentes da falta de produtos ou de uma oferta exagerada pode ser evitado com o uso de boas ferramentas.

Aliada a um bom sistema de ERP, a implantação de sistemas de controle de produção como o PCP trazem resultados mais positivos para a sua indústria, fornecendo dados precisos para a identificação de potencialidades e pontos a serem melhorados.

E você, pretende adotar um sistema de controle de produção em sua indústria? Siga-nos no Facebook e no LinkedIn para receber ainda mais novidades para aprimorar seus processos operacionais e se manter competitivo no mercado!


Fique por dentro das novidades. Assine a newsletter da Consistem.