Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia

Entenda o que não pode faltar no ERP da sua empresa

Agilidade nos processos e na execução das tarefas, otimização no fluxo das informações, padronização dos procedimentos operacionais, aumento da produtividade dos colaboradores, qualidade e confiabilidade dos dados e tomadas de decisões mais certeiras: estão aí os fatores que fortalecem a importância do ERP da empresa.

Os benefícios ao implantar esse sistema de gestão integrada são claros e evidentes. Entretanto, é preciso compreender que como em qualquer outro tipo de produto e/ou serviço tecnológico, há fornecedores que não entregam o que realmente se espera.

Por esse motivo, a recomendação é simples: opte por uma solução especializada e oferecida por um desenvolvedor com expertise de mercado. Neste artigo mostraremos o que não pode faltar no ERP da sua empresa. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Para que serve um ERP?

Antes de apresentarmos o que não pode estar ausente, é interessante salientarmos a serventia de um ERP para uma organização. A implantação desse software proporciona uma série de diferentes aperfeiçoamentos relativos ao dia a dia do negócio, permitindo acelerar e padronizar todos os processos internos.

Sob uma visão mais prática, um ERP ajuda a eliminar os erros e a redundância dos trabalhos e a reduzir os procedimentos manuais, já que uma de suas principais atribuições consiste na automatização das tarefas.

Contudo, o ponto de destaque é que, por se tratar de um sistema de gestão integrada, são os controles gerenciais que mais têm a ganhar — controle financeiro, patrimonial, do estoque, gestão de compras, de projetos, das vendas e do relacionamento com os clientes.

O que não pode faltar no ERP da empresa?

Na hora de decidir o ERP da sua empresa, lembre-se que alguns fatores são indispensáveis para sua utilização efetiva e, saiba também que nem todo software do mercado incluirá todas estas features, especialmente se você procura por algo sob medida para o seu setor de atuação. Procure por fornecedores de ERPs que entreguem:

Segurança da informação

Um bom sistema de ERP deve conter um rigoroso controle de acesso e uma poderosa estrutura no que corresponde à segurança da informação. No momento da sua implantação, os dirigentes da companhia serão orientados a definir que transações e processos podem ser liberados para cada grupo de usuários.

A configuração no ERP da empresa deve ser realizada logo no início.

Cabe salientar que o “ingresso” a elas ficará restrito apenas aos administradores do banco de dados. Isso significa que será impossível manipular os seus conteúdos. Para tal, o software precisa oferecer todas as garantias plausíveis de que as informações não serão modificadas, a não ser por meio de funções específicas e acessíveis unicamente aos administradores.

Integração de módulos

Para que a comunicação e a execução das tarefas sejam facilitadas, os módulos do ERP devem ser totalmente integrados entre si. Diante das distintas características de cada empresa, é importante deixar claro que o fluxo dos trabalhos precisa ser configurado conforme essas diferentes particularidades.

Os melhores sistemas são parametrizáveis, isto é, podem ser ajustados às especificidades operacionais e administrativas do seu negócio. Isso é feito no momento da implantação, que deve ser planejada com cuidado e atenção.

Consultas gerenciais transparentes

Para que se possa favorecer as tomadas de decisões, é essencial que o ERP da empresa permita consultas gerenciais que sejam transparentes na apresentação de seus dados e fáceis de ler e interpretar.

Do contrário, a utilidade do software será reduzida consideravelmente, pois não ser capaz de produzir bons relatórios e diminuirá o seu positivo impacto no que se refere aos resultados da companhia.

Facilidade de acesso

Tão relevante quanto os tópicos anteriores é a facilidade de acesso. Nesse sentido, é importante que você escolha um ERP que possibilite fazer consultas e operar o seu sistema não somente por meio dos computadores (desktop e notebook), mas via dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Com a evolução da tecnologia e das comunicações, essa funcionalidade não pode estar ausente em hipótese alguma, já que oferece uma enorme mobilidade para os seus usuários.

Dependendo do caso, agiliza as tomadas de decisão por proporcionar o início imediato de algumas ações, estratégias ou resoluções de problemas.

Imagine que você é o único responsável por decidir sobre determinada questão, que por algum motivo se tornou urgente. Agora suponha que você está viajando e, por isso, não tem acesso aos computadores da empresa. Considerando a indispensabilidade de analisar os relatórios gerenciais relativos à matéria, poder acessá-los pelo seu smartphone seria de grande ajuda, concorda?

Possibilidade de expansão

Outro ponto que não pode faltar no ERP da empresa é a possibilidade de expandi-lo. Analise o sistema e veja se ele está preparado para receber negócios subjacentes e filiais, por exemplo.

Em suma, procure entender se o software conseguirá acompanhar o seu crescimento, observando também se a quantidade de usuários para acesso simultâneo é limitada — algumas ferramentas têm limitações quanto a isso.

Para finalizar, é válido ressaltar a necessidade de verificar se o ERP atende às exigências fiscais e legais. Seja municipal, estadual ou federal, todos os níveis de governo têm os seus próprios órgãos fiscalizadores e reguladores, exigindo das empresas contribuintes dados 100% fidedignos às suas operações.

A conformidade com as obrigações atuais é fundamental para evitar os possíveis problemas. Para isso, os fornecedores desse tipo de solução (pelos menos aqueles mais bem posicionados no mercado) normalmente são assessorados por um corpo técnico, fiscal e contábil.

Essa estrutura de apoio é valiosa, já que permitirá que a empresa esteja sempre preparada para avaliar, estudar e implantar as determinações exigidas pelos órgãos de controle. Entenda que o não atendimento desses requerimentos pode resultar em penalizações sérias, com potencial para prejudicar até mesmo a continuidade do negócio.

É por essa razão que antes de escolher o software a ser utilizado pela sua companhia, é preciso se certificar de que o seu desenvolvedor seja de confiança e que possa entregar um produto de ótima qualidade. Veja a história da marca, conheça os clientes e pesquise que serviços são oferecidos.

Agora que você já sabe que o que não pode faltar no ERP da empresaentre em contato conosco! Garantimos que o nosso sistema de gestão integrada pode lhe entregar tudo isso e muito mais. Nossa equipe está pronta para atendê-lo e tirar todas as suas dúvidas!


Fique por dentro das novidades. Assine a newsletter da Consistem.