Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia
Operária trabalhando na indústria 4.0 no setor têxtil.

Quais os impactos da Indústria 4.0 no setor têxtil? Saiba aqui!

A muitos séculos as revoluções no modo de produzir estão diretamente relacionadas ao segmento de vestuário e com a chegada do modelo 4.0 ele segue atuando como protagonista dessas mudanças.

Isso porque os impactos da Indústria 4.0 no setor têxtil permitem inovações tecnológicas no desenvolvimento dos meios de produção, que asseguram o sucesso e a competitividade das empresas de forma inteligente, garantindo integração de todos os setores, desde o chão de fábrica até à entrega ao cliente.

Você gostaria de saber como funciona esse modelo de confecção e as principais transformações que vêm ocorrendo no setor têxtil? Então continue a leitura e descubra!

Entende a Indústria 4.0 no setor têxtil

As três revoluções industriais trouxeram uma percepção totalmente inovadora de produção, ao integrarem tecnologia e automatizarem os sistemas produtivos e a Indústria 4.0 é a última revolução.

Crescentemente, a metodologia de processos tradicionais de produção está interagindo com uma nova e moderna tecnologia da informação (TI) e comunicação. Houve, por exemplo, a urgência de abrir novos mercados, novos negócios e pesquisar novas oportunidades. Assim, ocorrendo a necessidade da atualização dos profissionais, de novas tecnologias e modernização das máquinas.

Atualmente, as organizações buscam um contínuo desenvolvimento de seus sistemas produtivos e de suas tecnologias, buscando sempre um meio que possibilite a integração de todas as áreas da empresa. E para o sucesso e sobrevivência de uma indústria têxtil frente ao cenário atual e ao crescente mercado competitivo, é indispensável adotar processos que a levarão a ser uma fábrica inteligente.

Nesse contexto, a Indústria 4.0 apresenta uma proposta em que as empresas que buscam a automatização são administradas por robôs apoiados em sistemas cyber-físicos. Aliás, o projeto Indústria 4.0 tem como ponto central pesquisas a respeito do que se definiu chamar de fábricas inteligentes.

Nelas, estão envolvidos o uso de linhas de montagem e produtos ajustados ao longo do processo de fabricação, nas quais unidades em diversos lugares trocam, simultaneamente, informações sobre compras e estoques. Em resumo, nessa fábrica inteligente, trabalhadores, máquinas, produtos e matérias-primas se relacionam tão naturalmente quanto pessoas numa mídia social.

A Indústria 4.0 abrange o uso do desenvolvimento da tecnologia de comunicação e a informação para ampliar o alcance de um sistema automático e digitalizado da produção, fabricação e processos industriais.

O objetivo é administrar toda a produção, aprimorando o método de trabalho e alcançando, assim, produtos e serviços de alta qualidade. Inclusive, futuramente, espera-se que essa fábrica seja aquela que realize o trabalho de modo tranquilo e eficiente, em que todos os processos são conduzidos sem problemas.

Quais são os pilares da Indústria 4.0?

A Indústria 4.0 trabalha com a aplicação de novas tecnologias, com equipamentos totalmente automatizados, que interagem entre si e modernizam o processo produtivo. Desse modo, essa interação possibilita que a indústria cresça e evolua de forma mais eficiente, trazendo economia e a capacidade de criar produtos personalizados.

Internet das Coisas

A tecnologia da Internet das Coisas (IoT) é um dos pilares mais importantes da Indústria 4.0. Isso porque, por meio da IoT, é feita a conexão com outras máquinas, com sensores e equipamentos eletrônicos, flexibilizando o acesso e controle de coleta e troca de dados de forma automatizada para examinar todo o gerenciamento da produção.

Já pensou na quantidade desses aparelhos — sensores — que existe no mundo todo? Celulares, notebooks, TVs, eletrodomésticos, tablets, entre outros. Essa é a Internet das Coisas. Na Indústria 4.0, tudo e todas as coisas são inteligentes e estão conectadas à internet.

Computação em nuvem

Esse pilar permite acesso ao banco de dados e suporte de qualquer local do mundo. A computação na nuvem permite conservar todas as informações e a integração de sistemas e plantas em locais distintos. Assim, o controle e o suporte podem ser efetuados de maneira global, possibilitando sustentar o desenvolvimento da Indústria 4.0.

Big Data Analytics

São sistemas inteligentes que verificam minuciosamente falhas nos processos, aperfeiçoando a qualidade da produção em tempo real, otimizando a capacidade produtiva e a eficiência na utilização de todos os recursos produtivos.

Realidade aumentada

Na Indústria 4.0 atual, a realidade aumentada conecta o ambiente real ao virtual, além de sustentar uma diversidade de aplicações e serviços em campos distintos, como a medicina, arquitetura, setor automotivo e educação.

Aplicada à confecção, oferece instruções dos moldes, podendo ser encaminhada por meio do celular para agilizar o setor produtivo. É uma tecnologia que está sendo desenvolvida e contribuirá com toda a indústria, mudando os diversos setores da cadeia produtiva.

Qual o impacto da Indústria 4.0 no setor têxtil?

A quarta revolução industrial trouxe impactos ao mercado de trabalho e, hoje, não basta ter somente uma mão de obra que desenvolva trabalhos repetitivos. Conforme alguns especialistas do setor, a indústria têxtil é uma das que mais pode ter sua produção afetada pela Indústria 4.0.

Isso porque a Indústria 4.0 no setor têxtil vem integrando processos virtuais e físicos, empregados, produtos, máquinas e softwares. Por isso, são necessários investimentos nas fábricas, de forma que sejam mantidos os empregados ao mesmo tempo que a automatização ocorra em todos os setores necessários, gerando profissionais mais estratégicos e competentes.

Em resumo, a automatização dos processos permite customizar os produtos, potencializar a escala de produção, aumentar a segurança nas tarefas desenvolvidas e reduzir os custos. Esses são os principais impactos no setor têxtil decorrentes da implementação da Indústria 4.0.

No mercado brasileiro

A Indústria 4.0 é apontada como sendo uma grande oportunidade para o mercado brasileiro. Mas há enormes desafios. O Brasil tem se recuperado gradativamente das crises econômicas ocorridas e já demonstra crescimento desde o segundo semestre de 2017 na produção industrial.

É importante que ocorram investimentos em tecnologias para que a indústria têxtil brasileira supere as barreiras e torne-se mais competitiva no mercado mundial. Vale ressaltar que o investimento em tecnologia é alto, porém, com máquinas mais modernas, planos estratégicos corretos e empreendedores certos, o resultado é extremamente positivo.

Tudo leva a crer que o Brasil está no caminho certo, investindo em tecnologia de última geração, modernizando-se e utilizando técnicas e conhecimentos com inteligência.

Quais as possibilidades da confecção 4.0?

Indústria 4.0 no setor têxtil

Novas possibilidades de negócios, expectativas, ideias e soluções surgiram com a Indústria 4.0. Essa revolução tornou possível ao setor têxtil – e a vários outros segmentos – processos como:

  • capacidade de acompanhar a produção;
  • automação com softwares de alta performance, visando padronizar os métodos de fabricação;
  • customização;
  • descentralização por meio do sistema de gestão;
  • comunicação ativa com os responsáveis da produção;
  • computação em nuvem e utilização de outros benefícios que antes nunca foram sequer imaginados.

Quais os principais desafios no setor têxtil?

Investir em tecnologia e em maquinário adequado é fundamental para cada processo de fabricação e para atender à demanda do mercado. Somente assim a indústria têxtil brasileira poderá concorrer com os desafios desse setor econômico.

Aplicar e investir em equipamentos mais avançados e de alto nível é imensamente desafiador, mas o retorno vem rapidamente por meio da eficiência e pelo aumento na produção e melhoria na qualidade produtiva. Dessa forma, automaticamente, o investimento é compensado.

Como adotar a tecnologia na indústria têxtil?

Para aplicar a tecnologia é necessário se adequar ao modelo já introduzido no mercado pela Indústria 4.0 no setor têxtil. É preciso que todos os investimentos e inovações no segmento ocorram de maneira a beneficiar cada fase produtiva.

Vale ressaltar que, em qualquer negócio, é importante saber fazer investimentos assertivos. Dessa forma, as indústrias garantem sua permanência no mercado – que está a cada dia mais competitivo.

Para adotar a tecnologia na indústria têxtil de forma eficiente, confira algumas recomendações a seguir:

Estudar o mercado

É necessário conhecer e estudar o segmento de atuação do seu negócio. Para obter o sucesso desejado para sua organização, é imprescindível buscar, ficar atento e se aprofundar nas áreas internas e externas, assim como fazer planos estruturais para que seja possível atingir todos os objetivos traçados.

O cenário atual de mercado trouxe máquinas automatizadas e procedimentos inteligentes. Conhecer completamente todas as possibilidades desse novo mercado inovador e globalizado é indispensável.

Afinal, explorar todas as transformações trazidas por essa revolução industrial e saber implementá-las é imprescindível para conseguir as vantagens necessárias e obter crescente desenvolvimento no segmento têxtil, setor promissor e tão cheio de expectativas.

Conhecer as aplicações da tecnologia

Com o constante avanço tecnológico trazido pela Indústria 4.0, o mundo todo está conectado. O processo de aplicação dessas novas tecnologias já está no nosso dia a dia! Vivemos na era digital e é praticamente impossível a existência de uma organização sem o uso de equipamentos e sistemas introduzidos pela revolução 4.0.

Essas possibilidades tecnológicas, aliás, englobam diversos setores da indústria e geram um mercado mais inteligente, permitindo facilmente contato com fornecedores e clientes. Dessa forma, trazendo um amplo crescimento e desenvolvimento em todos os processos organizacionais.

Integrar os processos às soluções tecnológicas

Gradativamente, a tecnologia empregada pelo setor têxtil torna-se essencial para a expansão do mercado da moda. Afinal, a indústria fashion vive de inovações e novidades, e a tecnologia digital da revolução 4.0 trouxe essa integração tão importante para a sobrevivência nesse mercado volátil.

As novas tecnologias permitem o desenvolvimento de coleções customizadas, clientes mais satisfeitos, roupas mais confortáveis, alta qualidade dos produtos e modernidade. Tudo isso ao alcance da organização inteligente, que poderá fazer uso dessa tecnologia em todos os setores da fábrica.

Isso é possível pois a Indústria 4.0 integra todos os procedimentos, desde a produção e gestão de estoques até a gestão financeira e outros departamentos. Por isso, é importante que os softwares utilizados nesse processo atendam rapidamente ao processo produtivo e ofereçam soluções com rapidez. É imprescindível, também, manter todo o maquinário utilizado sempre atualizado.

Aplicar e monitorar o desempenho

Pode-se dizer que a Indústria 4.0 é, de certa forma, a mais relevante de todas as revoluções industriais. Vivemos a era digital, das diversas tecnologias e da gestão do conhecimento, que possibilitam maior integração de trabalho entre homem e máquina.

Mas não basta somente aplicar as tecnologias — constantemente em evolução — dessa nova revolução, é necessário monitorar os procedimentos desenvolvidos nos diversos pilares tecnológicos da Indústria 4.0. E esse monitoramento ocorre na confecção 4.0 em tempo real, pois o processo de automação industrial permite aplicar soluções em todas as fases do processo produtivo.

A Indústria 4.0 está diariamente presente na vida de todas as pessoas e de todas as organizações, mesmo que minimamente e muitas vezes despercebida. Para que os benefícios proporcionados por ela sejam colhidos, é importante entendê-la e aplicá-la corretamente, pois essa quarta revolução industrial é um grande diferencial nas empresas que a utilizam, principalmente no setor têxtil.

Gostou deste texto? Então, agora que você conhece mais sobre os impactos da confecção 4.0, aproveite a visita ao blog e assine nossa newsletter! Assim você ficará por dentro de mais conteúdos relevantes como este.