Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia

O que é e como funciona a gestão fiscal dentro de um sistema ERP?

A gestão fiscal é um ato gerencial de alta relevância para o desenvolvimento eficiente das atividades empresariais. A adoção de soluções ERP, que possuam módulos fiscais e contábeis, é uma estratégia organizacional que tem sido cada dia mais valorizada pelos empresários que buscam inovação e eficiência nas execuções das suas atividades profissionais.

O gestor deve estar atento às estratégias de gestão do seu negócio, buscando sempre por inovações que venham agregar eficiência e qualidade frente ao mercado — que é tão volátil e competitivo. Neste post, você vai conhecer um pouco mais sobre a gestão fiscal, aliada a tecnologia, e o impacto positivo que ele pode trazer para o seu negócio.

Vantagens do uso de tecnologias na rotina de gestão fiscal

Antes de adentrar no assunto do módulo fiscal em sistema ERP, é imprescindível abordar a importância do uso de tecnologias no dia a dia empresarial.

A inovação já faz parte da rotina das pessoas, já que ela está presente no uso de smartphones, tablets e acesso à internet, por exemplo. Se a tecnologia já faz parte da vida do cidadão comum, isso significa que ela deve, necessariamente, fazer parte da vida do seu negócio.

A mudança de realidade na vida das pessoas acaba gerando novas necessidades na vida, na rotina e até mesmo no trabalho. Hoje, a informação chega até nós com muito mais rapidez, por isso, é importante que as empresas estejam cientes dessa mudança e da necessidade de derrubar certos paradigmas empresariais, por meio da adoção de sistemas que auxiliem na rápida transmissão de informações e foquem na eficiência das atividades rotineiras mantidas dentro da organização.

O papel de um sistema ERP para a gestão fiscal do negócio

Um sistema de gestão ocupa um papel urgente no funcionamento e na agilidade das informações processadas pela empresa. As informações fiscais não são utilizadas apenas para o pagamento de tributos e para a elaboração de relatórios. Elas são, cada vez mais, materiais importantes para a tomada de decisões.

Para tomar decisões com base nas informações oriundas da contabilidade, é imprescindível que esses dados sejam confiáveis e estejam sempre atualizados. Para que isso aconteça, é importante ter acesso a ferramentas completas e seguras, que garantam a eficiência e a precisão das informações geradas.

Os sistemas de gestão ocupam um papel significativo em empresas que atuam estrategicamente e que se baseiam em informações geradas pelo próprio negócio para a tomada de decisões.

Dados trazidos por esse tipo de sistema podem nortear decisões importantes sobre investimentos que devem ou não ser feitos, sobre a necessidade de cortes de gastos e até mesmo sobre produtos ou serviços que devem ser repensados dentro da organização

Implantação de um sistema ERP para o gerenciamento fiscal

A implantação de um ERP muda completamente a forma como a empresa se posiciona no mercado e até mesmo como ela lida com a gestão dos documentos, com a emissão de relatórios e com o atendimento à legislação fiscal/tributária.

A tecnologia utilizada por um ERP, com módulo fiscal e contábil, permite o gerenciamento completo de todos os documentos fiscais eletrônicos emitidos pela empresa. Por meio da implementação deste tipo de plataforma, o empresário e seus colaboradores têm condições de acessar dados de maneira fácil, rápida e segura.

Além disso, a implementação deste tipo de sistema facilita também a comunicação entre os setores da própria empresa, já que as informações são facilmente acessadas pelos colaboradores de diversos departamentos. Isso garante a tão sonhada eficiência da utilização de sistemas gerenciais.

Funcionamento do módulo de gestão fiscal

O módulo de gestão fiscal pode ser adaptado às necessidades de cada negócio. Se você é empresário e busca uma ferramenta como esta para garantir a eficiência das informações e a segurança jurídica para o seu negócio, é imprescindível contar com um software desenvolvido por empresas sérias e consolidadas no mercado.

Entre as funcionalidades do módulo, podemos destacar:

  • Possibilidade de armazenamento de todas as informações relacionadas ao SPED — Sistema Público de Escrituração Digital.
  • Registro completo de todos os processos fiscais realizados pela empresa.
  • Geração, gestão e acesso imediato a todos os arquivos fiscais.
  • Emissão de relatórios gerenciais, fiscais e tributários.
  • Emissão, armazenamento e gestão de Notas Fiscais Eletrônicas.
  • Armazenamento e acesso imediato a dados dos Livros Fiscais.

Os ERP’s que oferecem a modalidade, permitem que a empresa tenha o controle completo de informações e documentos fiscais relacionados ao seu negócio. A adaptação do sistema é feito de acordo com a realidade de cada empresa, por isso, a importância de contratar uma equipe competente para fornecer e orientar adequadamente sobre a utilização da solução.

computador sobre a mesa. Papel com desenho de gráfico onde é avaliada a gestão fiscal

O funcionamento, portanto, depende do perfil da empresa e das suas principais necessidades. De forma geral, esses sistemas costumam ter uma interface simples e intuitiva, permitindo que qualquer colaborador possa acessar as informações sem dificuldade.

Impactos positivos na rotina prática da empresa

A adoção da tecnologia para a gestão fiscal causa diversos impactos positivos para a empresa. Entre eles, destacamos:

  • Mobilidade no acesso das informações fiscais e tributárias;
  • Ganho de produtividade em razão da facilidade no acesso de informações e dados por meio do sistema;
  • Maior segurança no atendimento da legislação tributária/fiscal;
  • Precisão nas informações e dados armazenados;
  • Facilidade e eficiência na emissão de relatórios;
  • Certeza de contar com sistemas constantemente atualizados, o que garante o atendimento à legislação fiscal/tributária;
  • Simplificação dos processos de gestão fiscal;
  • Utilização de menos papéis;
  • Ganho de espaço em razão da desnecessidade de arquivamento físico de alguns documentos fiscais;
  • Simplificação dos processos de gestão empresarial, uma vez que o sistema de gestão fiscal atinge diversos setores da empresa;
  • Resultados mais rápidos;
  • Aumento da lucratividade.

A adoção de um ERP como módulo fiscal traz resultados relevantes para a empresa, ajudando no desenvolvimento das atividades e até mesmo na lucratividade, considerando o alto impacto gerado nos processos internos. Além disso, a eficiência, a produtividade e a precisão são características muito fortes de equipes que utilizam sistemas em suas rotinas profissionais. Invista em um ERP para o seu negócio e utilize a tecnologia a favor da sua empresa.

Gostou deste artigo? Compartilhe-o nas redes sociais e ajude outros empreendedores a melhorarem a gestão de seus negócios.