Gestão 22/06/2021

Um colega para quem não há tempo ruim. O chefe cheio de empatia que sabe ouvir e acolher os liderados. Uma gerente que comunica os objetivos dos projetos com maestria, empolgando toda a equipe. Você conhece alguém com esses perfis?

É bem provável que sim. Embora o termo anglicano soft skills seja uma nomenclatura recente, esse tipo de habilidade já é premiado há muito tempo nos ambientes corporativos. Nos últimos anos, porém, elas passaram a ser exigidas claramente nos processos seletivos.

A seguir, você entenderá melhor o que são, quais são os tipos e os exemplos e como desenvolver as suas – ou formar uma equipe de trabalho de alta performance com habilidades interpessoais que se complementem. Adiante com a leitura!

O que são soft skills?

Formação, experiência de trabalho, cursos de qualificação – tudo isso é o que conhecemos como as habilidades técnicas de um profissional, e são as que habitualmente constam no currículo. Diferentemente dessas, também chamadas de hard skills, as soft skills são as habilidades relacionadas ao modo como você trabalha.

Como nos exemplos do início deste artigo, essas competências incluem como você interage com os colegas, resolve problemas e gerencia seu trabalho. Comunicação, empatia, gestão de tempo e criatividade são consideradas habilidades interpessoais valiosas que tornam um profissional completo.

Afinal, do que adianta alguém possuir uma formação técnica específica se não consegue definir quais tarefas priorizar ou vive em conflito com os outros colegas? Por isso, desenvolver as soft skills é tão importante.

As 5 soft skills mais desejadas dentro das empresas

Veja algumas das soft skills mais buscadas por empregadores e que podem fazer a diferença tanto na qualidade do seu trabalho como na sua carreira.

Criatividade

Pensar em soluções não óbvias pode ser a única saída, muitas vezes, para problemas complexos. Independentemente do cargo, todo departamento colhe bons frutos quando tem em seu quadro um profissional criativo.

Persuasão

Sabe aquele colega com perfil tímido, reservado e que evita se relacionar com outros colaboradores? Ele pode ter excelentes ideias, mas, se não souber convencer o time que elas valem a pena, de nada irá adiantar.

Ter uma boa comunicação é fundamental até mesmo para obter resultados mais eficientes com outras habilidades.

Colaboração

Não importa a profissão, saber fazer parte de um time é uma das competências mais exigidas pelos profissionais de RH, uma vez que a maioria das empresas têm diferentes colaboradores que precisam unir suas capacidades na execução de grandes projetos ou mesmo nas tarefas cotidianas.

Liderança

Tem pessoas que são líderes natas e tem as que trabalham essa capacidade até ela parecer uma característica natural. Independentemente de como a adquiriram, os profissionais com essa habilidade são bastante disputados pelo mercado.

Atitude positiva

Um bom ambiente de trabalho é construído por pessoas com atitudes amigáveis, gentis e que sejam agradáveis de ter por perto. Essa característica é desejada, e não é à toa: diversos estudos já comprovaram que pessoas felizes rendem muito mais.

Além dessas habilidades, há ainda outras soft skills bastante relevantes, como capacidade de adaptação, ética de trabalho, confiabilidade, resolução de conflitos e gestão de tempo. Anotou todas que você tem?

Como desenvolver ou aprimorar as soft skills

Sente falta de ser dotado de alguma soft skill? Não se preocupe. A partir do autoconhecimento não só é possível aprimorar as já reconhecidas, como identificar outras habilidades comportamentais nativas que você nem sabe que possui.

Mas um alerta: não é fácil. Ao contrário das hard skills que nos são ensinadas através da prática ou de um banco escolar tradicional, as soft skills se assemelham mais a emoções ou percepções que permitem que as pessoas “leiam” outras. São muito mais difíceis de aprender, bem como muito mais difíceis de medir e avaliar.

Os recrutadores, por exemplo, dificilmente perguntam diretamente se você tem habilidades sociais. Em vez disso, eles apresentam situações e perguntam o que você faria. A partir daí, traçam o seu perfil como candidato.

Para desenvolver as suas soft skills, reflita sobre as características que você já tem e como melhorá-las. Também procure ver situações de maneira diferente. Ao invés de se juntar ao coro de reclamações sobre alguma ocorrência no trabalho, procure apresentar uma solução. Colega com dificuldade? Ofereça-se para ajudá-lo. Dificuldades para executar tarefas em tempo hábil? Utilize aplicativos de gestão de tempo.

Como montar um time de alta performance com habilidades interpessoais

Agora, se você é gestor, também temos algumas dicas para que você forme equipes de alto desempenho com habilidades que se complementam tanto técnica quanto emocionalmente. Como líder, você deve:

  • Avaliar individualmente o comportamento e o perfil de cada colaborador
  • Oferecer treinamentos para que eles possam desenvolver as suas habilidades interpessoais
  • Incentivar a autorreflexão – com paciência, pois é desconfortável
  • Promover oportunidades para que as pessoas possam praticar suas habilidades
  • Oferecer feedback com frequência

Desenvolver habilidades sociais no local de trabalho não é uma tarefa fácil, mas é bastante necessária. Elas enriquecem o ambiente, promovem um clima de trabalho mais leve e acolhedor e refletem diretamente na qualidade e na produtividade dos colaboradores. Definitivamente, as soft skills vieram para ficar.