Gestão 22/11/2021

A expectativa é grande. Depois de dois anos em pandemia, a indústria metalmecânica se prepara para começar 2022 com boas perspectivas.

Para ajudar você a entender este momento do segmento industrial e saber o que esperar em 2022, preparamos um material com 6 perspectivas da indústria metalmecânica para o próximo ano. Aproveite e mantenha-se bem informado.

  1. Oportunidades de emprego deverão se manter em crescimento

A última edição da Sondagem Industrial, pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que o ritmo de contratações da indústria continua em alta – nos últimos 14 meses, o índice de crescimento de empregos ficou acima dos 50 pontos em 13 deles.

O Mapa do Trabalho Industrial 2019-2023, divulgado pelo Senai, indica um crescimento médio de 8,5% das ocupações industriais nos próximos cinco anos. A indústria 4.0, conceito que prevê formas de produção mais automatizadas e customizadas, deve puxar a expansão com mais gente empregada em funções ligadas à tecnologia.

Leia também: Desafios na indústria metalmecânica

  1. Energia limpa deve impactar a indústria metalmecânica

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a energia eólica hoje representa 10,9% da matriz elétrica brasileira e a expectativa é que chegue a 13,6% ao fim de 2025. Já a energia solar representa 2% da matriz, com projeção de atingir 2,9% até o fim de 2021.

Alternativas estratégicas à crise hídrica, os investimentos em matrizes energéticas limpas representam um impacto significativo nos setores da indústria que atuam na produção de equipamentos para a geração de energia solar e eólica, incluindo a fabricação de materiais pré-galvanizados ou galvanizados a quente, que envolvem as usinas siderúrgicas, que fornecem a matéria-prima; as transformadoras, que fazem os cortes, por exemplo; e ainda as galvanizadoras.

  1. Expansão da robótica

Até 2030, os robôs industriais e de logística vão movimentar cerca de US$ 80 bilhões em faturamento, segundo um estudo do Boston Consulting Group (BCG).

O levantamento prevê que, dentro das fábricas, robôs vão assumir cada vez mais profissões de menor capacitação e de salários mais baixos. Isso deve acontecer pela combinação de escassez de trabalhadores braçais e do aumento de salários em países que antes remuneravam mal.

Outro avanço, neste sentido, será da inteligência artificial, que vai melhorar as interações entre humanos e robôs, tornando as interações mais simples e intuitivas.

  1. Avanço da rede 5G para a indústria

A conexão 5G para a indústria permitirá a troca de informações de uma forma muito rápida dentro do ambiente 4.0, tornando-se essencial para que esse conceito seja explorado ao máximo.

Com velocidades mais altas e baixa latência, o 5G industrial irá potencializar o uso de ferramentas inteligentes e sistemas com tecnologia IIoT (Internet Industrial das Coisas), robótica, armazenamento na nuvem e realidade virtual.

Segundo a Anatel, a partir de julho de 2022 o 5G deve começar a funcionar nas 26 capitais do Brasil e no Distrito Federal. Para as demais cidades do Brasil com mais de 30 mil habitantes, o prazo é julho de 2029.

  1. Gamificação nos treinamentos industriais

Estratégia que ganhou força durante a pandemia, a gamificação é uma forma de treinar os colaboradores através da simulação virtual da realidade. Ganhando cada vez mais recorrência nas indústrias, essa tecnologia promove capacitações via plataforma online e com experiências imersivas.

O resultado, são colaboradores preparados além do convencional e de forma mais eficiente. Na prática, significa mais engajamento e melhor desempenho das funções executadas após os treinamentos via gamificação.

  1. Análise de dados

O acesso aos dados se tornará cada vez mais vital para o funcionamento de qualquer indústria. Entre as perspectivas da indústria metalmecânica para 2022 está a utilização de máquinas e ferramentas inteligentes, capazes de coletar todas as informações relacionadas aos mais diversos processos da empresa.

O que fazer com essas informações é o que vai diferenciar as empresas que irão obter sucesso das que não irão crescer nos próximos anos. Os dados precisam ser organizados e acompanhados para servir como guia no processo de tomada de decisão dos gestores, garantindo uma ampla visão do negócio.

Leia também: Como uma empresa do setor metalúrgico ampliou a produtividade com um ERP

Com um sistema de gestão como o Consistem ERP, esse acompanhamento é feito de maneira prática, completa, integrada e automatizada, permitindo que os gestores tenham informações e dados valiosos para conduzir o negócio de forma organizada, se concentrando apenas no que é realmente necessário.

Para que a sua indústria possa aproveitar as boas perspectivas para 2022, sua gestão precisa estar alinhada e integrada, fluindo sem entraves, e isso só é possível com um ERP flexível e completo, preparado para caminhar ao seu lado em direção ao crescimento da sua empresa.

entre em contato com o nosso time para solicitar uma demonstração gratuita e ver na prática tudo o que a ferramenta de gestão da Consistem pode fazer pela sua empresa em 2022.

Fique por dentro das novidades

Assine a newsletter do Consistem