Gestão 06/04/2021

A nossa experiência em gestão corrobora com esta informação: se há bagunça no estoque, ela vai se estender por toda a organização.

O estoque é fundamental para a administração logística de toda a empresa e abriga desde a matéria-prima necessária para o desenvolvimento das atividades da empresa e do processo produtivo até as mercadorias prontas para serem enviadas aos clientes.

Essa área precisa ser planejada e organizada, afinal um estoque bagunçado pode ocasionar prejuízos, como, por exemplo, a perda de produtos devido ao esquecimento ou à validade vencida. Por isso, adotar um sistema integrado de gestão pode ser uma ótima forma de garantir agilidade e um bom controle de estoque.

A seguir, você vai conferir nossa seleção com 5 dicas especiais para melhorar o controle de estoque da sua empresa.

Como obter um controle de estoque eficiente

Além de um sistema integrado de gestão para monitorar as atividades do estoque, existem outras medidas que garantem seu funcionamento adequado, sem faltas ou desperdícios, como: definir o espaço ideal, preparar a infraestrutura, cadastrar as mercadorias e realizar o inventário regularmente. Veja abaixo os detalhes de cada uma delas.

  1. Defina o espaço ideal

A escolha do local para o estoque não pode ser negligenciada. O espaço precisa ser limpo, protegido de efeitos climáticos, como temperatura, ventilação e umidade, e também permitir o manuseio, a divisão e o desembarque dos produtos, considerando equipamentos de movimentação interna (carrinho e empilhadeiras, por exemplo). Veja pontos importantes que devem ser avaliados na hora de definir o local do estoque:

  • Qual é a quantidade de produtos que serão armazenados?
  • Qual é o tamanho máximo e o mínimo desses itens?
  • Qual é o nível de rotatividade?

O futuro também precisa ser considerado nessa escolha, de acordo com os planos e a previsão de crescimento da empresa. Assim, você evita ter de mudar ou ampliar o espaço físico do negócio cedo demais.

  1. Prepare a infraestrutura

Para um estoque organizado, é preciso investir na infraestrutura do setor. Com pallets, caixas organizadoras e prateleiras inteligentes (que variam a altura de acordo com a mercadoria), o ambiente fica ordenado.

Já climatizadores de ar e ventiladores vão garantir o conforto térmico para os colaboradores da seção e proteger os produtos de avarias causadas pelas variações de temperaturas.

Outro investimento é nos equipamentos para movimentação dos itens até outras dependências da empresa. Eles se alteram de acordo com a necessidade e o tamanho da indústria e podem envolver carrinhos, empilhadeiras, veículos de transporte, guindastes e outras ferramentas que integrem um sistema de armazenagem.

  1. Cadastre e padronize as mercadorias

A principal vantagem de categorizar as mercadorias armazenadas no estoque é economizar tempo. Porém, ganha-se também na redução de custos, uma vez que, se não forem identificados dentro do estoque, os produtos “perdidos” terão de ser recomprados ou refeitos. Prejuízo na certa!

Para ter o controle do estoque, cadastre e padronize as mercadorias separando por categorias, grupos e validade, se for o caso. Registre o máximo de informações sobre cada um deles e informatize esses dados. Peso, cor, tamanho, tipo de produto, uso, prazo de validade, data de entrada no estoque, entre outros, tornarão mais fácil definir a qual categoria cada um pertence e manter um controle altamente funcional.

Identifique prateleiras e caixas com códigos, descrições e cores determinadas e armazene cada categoria ou grupo em seu lugar. Com a informação da validade, organize os produtos de modo que o mais próximo do vencimento seja usado primeiro.

  1. Faça o inventário regularmente

Registrar toda a movimentação de entrada e saída é um dos principais passos para ter um absoluto controle de estoque. Nenhum deslocamento deve ser feito sem registro, mesmo que o produto seja de alta rotatividade (fique pouco tempo no estoque).

O indicado é deixar de lado os apontamentos manuais e utilizar ferramentas tecnológicas para esse controle. Elas diminuem a chance de erros, tornam mais fácil manter todas as informações atualizadas e compartilham os dados com outros setores fundamentais para o estoque, como Compras e Pedidos.

  1. Implante um software de gerenciamento

Como você viu na dica anterior, ferramentas tecnológicas permitem um controle mais eficiente e em tempo real do estoque. Nossa última recomendação é implantar um software de gerenciamento para proporcionar mais agilidade em todos os processos da sua empresa, integrando e otimizando todas as atividades para que haja aumento do nível de produtividade.

Softwares como o Consistem ERP prestam um auxílio valioso para o acompanhamento mais preciso e eficaz do estoque. Entre as vantagens de um sistema ERP para a gestão fabril e administrativa, estão os diferenciais para o controle do estoque, como:

  • WMS
  • Recebimento integrado à gestão de qualidade
  • Administração de acabados, semiacabados, materiais e estoque em terceiros
  • Controle por fornecedor e lote
  • Inventário geral e cíclico

O controle ágil e eficaz é uma das razões para você investir em um ERP e implementar uma boa gestão para que seu estoque seja um ambiente fácil de controlar, que permita uma visão mais clara das principais demandas do setor.

Agora que você sabe quais são as principais vantagens de um ERP personalizado para sua empresa, entre em contato conosco. Temos anos de experiência no mercado e profissionais capacitados para indicar o melhor caminho para o seu negócio.