Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia

Indústria moveleira 4.0: como melhorar a performance com o ERP

Conquistar a alta performance na indústria moveleira é um grande desafio que deve ser buscado continuamente. Nesse contexto, é essencial que os processos gerenciais e operacionais sejam realizados com a máxima eficiência. Assim, é possível atuar de maneira mais otimizada em relação a colaboradores, clientes, fornecedores e demais públicos direta ou indiretamente relacionados ao negócio.

Neste texto, vamos destacar como é possível melhorar a performance da indústria moveleira com as funcionalidades do ERP— Enterprise Resource Planning, um software de gestão empresarial. Vamos apresentar as melhores práticas na área, relacionadas a temas como inovação, treinamento, planejamento estratégico, produtividade, produção e outros.

Além disso, vamos destacar como e por que a implantação do sistema ERP pode ser essencial para melhorar a performance na indústria moveleira. Acompanhe!

O que significa alta performance na indústria moveleira

Antes mesmo de avançar na área e alcançar a alta performance na indústria moveleira, é preciso saber do que trata o termo e como ele é aplicado dentro de uma organização. A alta performance pode ser entendida muito além de apenas conquistar ótimos resultados com a linha de produção.

Em linhas gerais, um negócio de alta performance é aquele que se destaca pelos seus esforços em busca de um maior comprometimento para alcançar seus objetivos e melhorar seus resultados por meio da otimização dos processos. Ao vislumbrarmos a expressão dessa forma, podemos perceber que a questão financeira de um negócio é apenas uma consequência de bons processos e de uma forte cultura interna.

Nesse contexto, é importante dizer que um dos segredos de uma empresa de sucesso é a comunicação. Quando uma organização estabelece processos de comunicação nos quais gestores e colaboradores interajam de maneira otimizada, as chances de ela conquistar sucesso aumentam substancialmente.

Com isso, concluímos que propagar a comunicação e a colaboração dentro do ambiente de trabalho pode otimizar o desempenho da empresa de forma significativa. Dessa forma, a colaboração nos processos de comunicação também se liga diretamente ao faturamento e aos lucros da empresa.

Como melhorar a performance na indústria moveleira

Assim como o mercado como um todo, a indústria de móveis está avançando rapidamente. Por isso, é essencial entender, avaliar e adotar as melhores ações na área, de forma a avançar nos processos e conquistar os resultados esperados. Abaixo, vamos apresentar algumas práticas para garantir alta performance.

Adote a inovação no dia a dia da fábrica

Ao contrário do que muita gente imagina, a inovação tornou-se algo praticamente obrigatório dentro das indústrias que querem destaque no mercado. O foco, portanto, passou a estar na diversidade, e não na quantidade. No universo gerencial, por exemplo, é necessário investir na aquisição de programas de gestão integrada — como o ERP, de que falaremos neste texto —, a fim de reduzir custos e aumentar a produtividade.

Já no âmbito operacional, os recursos de tecnologia devem acelerar os processos, para contar com as mais diversas soluções — por exemplo, na execução de móveis mais trabalhados (inclusive, feitos à mão) ou para a pintura de objetos com grande diversidade de cores.

Obviamente, adotar a tecnologia e a inovação requer qualidade do time de trabalho. Além disso, também é indispensável ter o suporte necessário e contínuo, de forma que a produtividade dos colaboradores seja efetivada.

Coloque o planejamento estratégico em prática

O planejamento estratégico voltado para a alta performance é indispensável para que o negócio conquiste sucesso no mercado. Isso vale para a indústria moveleira e também para quaisquer outros nichos de atuação.

Nesse contexto, é importante dizer que se trata de um processo que deve ser implementado de uma maneira transversal. Isso quer dizer que o desafio é integrar todos os setores e processos da fábrica com o objetivo de diminuir os gastos e aumentar o aproveitamento de todos os recursos.

Depois que os objetivos do negócio de curto, médio e longo prazos estiverem estabelecidos, é o momento de pavimentar o caminho que deverá ser percorrido, de forma que a empresa conquiste seus objetivos e bata suas metas. Em seguida, deve-se pensar na questão motivacional.

Monitore a produtividade continuamente

Para que os resultados do negócio apresentem bons números, é essencial medir a produtividade do time. Convenhamos que isso não é uma tarefa fácil, mas também não é um bicho de sete cabeças. Nesse sentido, é necessário trabalhar com determinados indicadores de desempenho, como o volume de peças concluídas em um tempo específico ou a quantidade de ocorrências ligadas ao retrabalho.

Com isso, os gestores podem assegurar que a tecnologia seja empregada da melhor forma. Mas, claro, é preciso buscar as ferramentas mais adequadas, que respondam às demandas de trabalho de maneira efetiva. Para tanto, deve-se entender o que é a indústria moveleira 4.0.

Indústria moveleira 4.0: os desafios de utilizar a tecnologia como aliada

O termo “Indústria 4.0” — ou a Quarta Revolução Industrial — nasceu no ano de 2011 para um projeto de altas tecnologias do governo alemão. O objetivo foi promover a informatização de uma fábrica, a fim de descentralizar o controle de processos produtivos, além de propagar dispositivos conectados à web de uma forma cada vez mais prática, fácil e rápida.

Nesse contexto, a automação de processos, aliada à inovação disruptiva, começa a contribuir para que as atividades industriais sejam otimizadas. Em outras palavras, a Indústria 4.0 chega para promover uma radical transformação no setor manufatureiro, tornando-o mais inteligente. Afinal, por meio do uso da tecnologia, é possível otimizar os processos, aumentando a produtividade de maneira exponencial.

Para que uma indústria — como a moveleira — faça a transição para o contexto 4.0, é preciso, por exemplo, que se realize a implantação de um ERP, uma vez que um dos grandes ganhos para a organização gerados por essa tecnologia é a redução dos custos, que costumam ser muito elevados. Como há mais controle sobre as máquinas por meio dos sistemas de gestão empresarial, é possível otimizar as mais diversas economias dentro da empresa — como nas contas de luz e água, além da redução dos insumos.

Dentro desse cenário, os sistemas de gestão empresarial compilam as informações de todos os setores, e elas, por sua vez, são transformadas em dados estratégicos, proporcionando uma série de vantagens para o negócio.

Quais são as vantagens de um sistema ERP para a indústria moveleira

Automatiza os processos

Ao automatizar os processos, a empresa terá benefícios como a redução dos custos e a diminuição dos erros, além de permitir que os objetivos e as metas sejam conquistados de forma mais rápida. Como os processos serão executados de modo automático, sem a interferência de pessoas, o sistema ERP acaba se tornando essencial para aumentar o nível de automação interna.

Com ele, a empresa pode otimizar as informações e cruzá-las entre setores, fazendo com que toda a cadeia operacional se torne mais eficiente e eficaz.

Proporciona controle de produção e qualidade

Como não poderia deixar de ser, uma indústria precisa ser o mais produtiva possível, mas sem que a qualidade seja perdida de vista. Quando ambos os pontos estão alinhados, é possível que a companhia construa um grande diferencial competitivo. Para tanto, é necessário saber como fazer o controle da produção e checar sua qualidade continuamente.

Nesse cenário, é preciso dizer que, com um ERP, é possível integrar a cadeia de produção de forma mais eficaz. Com esses benefícios, a empresa pode atuar estrategicamente para construir um efetivo controle sobre a produção e sobre a forma como as rotinas internas impactam questões como a produtividade.

Diminui custos operacionais e desperdícios

Os lucros de uma empresa são um dos maiores indicadores de sucesso. Afinal, se uma organização não lucrar, ela deixa de ter razões para existir. Isso depende de questões como venda e também de fatores do quanto se elimina de custos operacionais e refugo de materiais. Em outras palavras, a indústria precisa ser enxuta.

Isso é um fator-chave, principalmente para os momentos de crise que o país enfrenta. Ao reduzir custos, o negócio pode manter seus profissionais e continuar atuando de forma competitiva. Nesse sentido, o ERP assegura que todos os custos da empresa sejam gerenciados de forma eficaz. Além disso, auxilia para que as operações como um todo sejam mais eficientes.

Permite precificação coerente com a produção

A saída de produtos depende diretamente da correta formação dos seus valores. Trata-se de um processo mais complexo, que não raro depende de planilhas de Excel, o que faz com que o trabalho seja moroso e demorado. Porém, ao contar com um ERP, é possível realizar uma efetiva análise de custos e formar preços coerentes com a produção.

Um bom sistema de gestão empresarial permite que a companhia gere gráficos e relatórios, o que é essencial para a tomada de decisões. Com dados estratégicos em mãos, é possível que os gestores assegurem os melhores preços para as suas mercadorias, de modo que o negócio se torne mais competitivo.

Melhora a relação com clientes e fornecedores

Uma empresa tem que se relacionar da melhor forma possível com seus stakeholders, principalmente os clientes e fornecedores. Ao agir dessa maneira, é totalmente possível estabelecer vínculos fortes e diretos, aumentando o poder de barganha e contribuindo para deixar todas as partes satisfeitas. Uma vez que existe uma efetiva fidelização, a empresa poderá manter seus relacionamentos comerciais, ainda que algumas falhas aconteçam.

O ERP possibilita que as informações dos consumidores sejam disponibilizadas para as áreas de interesse, como vendas. O sistema também permite que os fornecedores sejam avaliados e, além disso, ainda é possível gerir contratos e cruzar as informações desejadas.

Todos esses dados serão cruciais para que a equipe de vendas consiga manter parceiros comerciais e clientes fidelizados. Ao realizar um atendimento, o SAC, por exemplo, terá muito mais agilidade para identificar as mercadorias que um determinado consumidor adquiriu.

Ao mesmo tempo, a equipe de vendedores conhecerá quais são os produtos preferidos dos clientes, o que possibilita que as estratégias de relacionamento sejam mais eficientes, uma vez que influencia na categorização do público da organização.

Integra os setores da indústria

A integração das operações na indústria é fundamental para que o negócio tenha mais capacidade de atender às demandas do mercado. Quando isso acontece, a companhia consegue encontrar soluções para os problemas rapidamente. Além disso, a inovação é otimizada quando todos se comprometem em conquistar os mesmos resultados.

Dentro desse cenário, um bom sistema de gestão tem um papel extremamente relevante. Como ele centraliza o acesso a informações de toda a organização, os colaboradores conseguem encontrar os dados necessários para o seu dia a dia de forma rápida. Além disso, vale dizer que as chances de erros são muito menores, o que otimiza a performance geral de todas as áreas.

Melhora a gestão de indicadores-chave de desempenho (KPIs)

A utilização de indicadores-chave de desempenho (KPIs) é uma forma eficiente de encontrar possíveis erros rapidamente. Para fazer isso com precisão, o gestor deve contar com as devidas ferramentas, a fim de identificar e monitorar a companhia como um todo.

Nesse contexto, o ERP para a indústria moveleira pode ser enxergado como uma solução muito inteligente. Afinal, ele contribuirá para criar um ambiente no qual os gestores contem com uma visão abrangente de todos os aspectos da organização. Isso permite um efetivo controle em relação a cada KPI, ajudando a monitorar a performance dos processos internos.

O que você achou dessas ideias relacionadas à implementação do ERP na indústria moveleira? Conforme mostramos ao longo do texto, o mercado mudou, e não é diferente no setor dos móveis. É essencial que os gestores da área se atualizem em relação às necessidades e aos desejos dos novos consumidores, que estão mais bem informados e exigentes.

Nesse sentido, a contratação de um ERP é uma excelente escolha, pois automatiza processos e contribui para uma gestão mais ágil, prática e acertada. Se você acha que é o momento de contar com um sistema de gestão no seu negócio, entre em contato conosco. Estamos preparados para entender suas necessidades e oferecer as melhores soluções!