Filtre por assunto: Gestão Inovação Tecnologia

Como resolver a perda de vendas causadas por desorganização do estoque?

Você está perdendo vendas? Pois saiba que uma das causas – além da falta de uma boa gestão – pode estar diretamente relacionada à desorganização do estoque. Por ser considerado o “coração” de muitas empresas, vale a pena investir tempo e esforços para melhorar os processos operacionais condizentes ao setor.

O estoque é algo que está sob o nosso controle, que depende quase exclusivamente de uma boa gestão. Sabemos que não podemos admitir falhas repetidas, pois causam impacto nos resultados do negócio, não é mesmo?

Mas, felizmente, esse não é um problema tão complexo e difícil, como muitas vezes pode parecer. Ao final da leitura ficarão muito claras quais são as consequências, razões e soluções para evitar a falta de organização dos produtos no acervo da empresa.

Acompanhe o texto a seguir e evite a perda de vendas pela indisponibilidade de estoque!

Consequências da desorganização do estoque

A perda de vendas é a consequência mais elementar da falta de um produto no estoque, mas os efeitos vão mais além. Esse tipo de problema é grave e afeta a confiança do consumidor e a reputação da marca. Ou seja, pode trazer prejuízos duradouros.

Um cliente que está visitando a loja (física ou virtual) pela primeira vez, pode ficar com a sensação de que se trata de um problema frequente, o que dificulta a sua fidelização. Quanto maior o número de vezes que essa situação se repetir, mais os transtornos se agravam.

O investimento para conquistar novos clientes não é baixo e todo o esforço empregado nesse objetivo pode ser perdido com a simples falta de um produto.

Porém, quando é um cliente já fidelizado, ele pode até compreender o problema, desde que não se repita com frequência. Esse é, inclusive, um dos maiores benefícios das estratégias de retenção.

Causas da falta de produtos

Você pode fazer uma análise particular dos motivos que estão causando o problema na sua empresa. As possíveis causas mais recorrentes são:

Gestão ineficiente do estoque

Alguns procedimentos admitidos com o objetivo de flexibilizar o atendimento são especialmente problemáticos, como nos casos em que registros de entrada ou saída são deixados para depois com o objetivo de aumentar a agilidade.

Produtos com características diferentes e um mesmo código, gestão manual com planilhas substituindo um sistema específico e controle duplicado com várias ferramentas são exemplos de problemas de gestão.

Nesse caso, a falta de produtos é apenas um efeito ocultado pela desorganização, pois essa situação facilita desvios e perdas de todo o tipo.

Problemas com o fornecedor

Manter um fornecedor que não seja pontual é transferir o problema de ineficiência dele para o seu negócio.

Se ele não cumpre prazos e você precisa, necessariamente, mantê-lo por algum outro motivo, considere o prazo real e não o que ele estipula. Mesmo assim, é bom contar com uma reserva e um fornecedor secundário, pois o principal pode deixá-lo na mão de uma hora para a outra.

Falhas de comunicação

Seja com o seu fornecedor ou com a equipe interna, a comunicação tem papel fundamental. Mas existem sistemas que fornecem, de forma rápida e precisa, informações e estatísticas para dar suporte a decisões de negócio e agilidade de processo. Os ERPs, em termos gerais, são softwares desenvolvidos para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automação da comunicação.

Soluções de gestão de estoque

A gestão de estoque possui um ponto fundamental em que se trabalha com um valor imobilizado mínimo para manter todos os produtos disponíveis. Há uma decisão estratégica importante aqui. Algumas empresas optam por um prazo maior de entrega e trabalham com uma margem de lucro menor para garantir as vendas.

homem em frente ao computador, com uma mão digita informações com a outra segura lápis e escreve. Ao olhar a tela verifica dados sobre a desorganização do estoque

Esse tipo de decisão precisa partir de uma análise apurada, primeiro considerando o que o cliente valoriza mais. Se o prazo curto for uma questão significativa para ele, você não tem alternativa senão manter um bom controle de estoque.

Além disso, um modelo com prazos de estocagem mais curtos exige um controle ainda maior e uma excelente relação com os fornecedores.

Para poder ponderar tudo isso, você precisa de informação sobre o cliente e o seu estoque, incluindo histórico, uma apurada definição sobre armazenamento e registro de códigos, pedidos e pendências.

Felizmente, existem sistemas que administram muito bem todos esses detalhes e, mais do que isso, facilitam a contagem, o monitoramento e evitam desvios.

Hoje é impossível pensar em controle de estoque sem o investimento em um bom ERP. As planilhas e controles manuais estão sujeitas a muitos erros e não vão permitir uma vantagem competitiva. Se a concorrência controlar melhor o estoque, vai reduzir custos e aumentar a agilidade.

A seguir, confira uma série de dicas para lidar com o problema de indisponibilidade de estoque:

1. Garanta a segurança

Tenha um bom controle de desvios e perdas. Problemas desta natureza podem ter causa externa, interna ou ambas. Quando é o caso, fica impossível uma boa gestão porque suas previsões e registros nunca batem.

2. Mantenha estoque de segurança

Não espere o produto acabar para renovar pedidos. Defina quantidades mínimas de cada item para garantir uma margem de segurança adequada.

3. Prepare a equipe comercial

Se por alguma eventualidade não foi possível manter os produtos disponíveis, a habilidade do vendedor pode fazer enorme diferença. É importante que ele tenha capacidade para perceber o perfil do cliente e agir de acordo com isso.

Um cliente novo não pode sair com a sensação de que aquela é uma situação comum, já os clientes frequentes devem ser convencidos de que o erro não se tornará um problema habitual, sob pena de passarem a frequentar a concorrência.

Mas não vamos levar esse tópico como regra, pois a solução de atendimento é uma medida do tipo paliativa para a qual os vendedores precisam estar preparados, mas ela tem efeito provisório e funciona até certo ponto.

Por maior que seja a habilidade da equipe comercial, ela não vai conseguir manter os clientes por muito tempo com uma falta de produtos frequente.

Essas foram nossas considerações sobre a perda de vendas que você pode ter pela falta de gestão do estoque. É um problema que costuma aparecer aos poucos de acordo com o crescimento do negócio.

Assim que você percebê-lo não deixe de tomar providências imediatas. Quanto mais tempo passar, mais difícil será resolver o problema.